Homens&Pássaros

pesquisar

 
Terça-feira, 22 / 06 / 10

Remédio

Um poema há de ser remédio
pra alma
pro desatino
senão de que adianta
sentir
viver
existirmos?

publicado por Antonio Medeiro às 09:53
Segunda-feira, 08 / 12 / 08

O MEDICAMENTO

Textos Escolhidos

 

Cruz-credo!!!

Essa eu tenho que contar!

Vê se pode:

Com uma dorzinha no joelho, procurei um médico.

Ele meu olhou, conversou, mediu a pressão, pediu exames.

Até aí normal!

Aí me receitou um "remedinho" para a dor do joelho: vamos chamar de "Joelhitril".

Bula: antidepressivo!

Mas que diabos, não estou depressivo!

Precauções com a droga: convulsões, arritmias, ataques cardíacos e até suicídio se aliado ao álcool ou se a pessoa estiver deprimida. Fora as outras coisas feias que ele faz.

Eu - para o meu filho: o remédio é pior do que a doença! Não tomo essa merda nem fudeno!

Meu filho: já pensou o Robertão tomar o remédio e uns três copos de cerveja, eu me levantar no meio da noite e encontrar o bicho amarrando a corda no pé de cajueiro? (Risos!)

Eu, hem! Não tô de sarro, não!

Nunca tome remédio sem ler a bula!

Você pode entrar pras estatísticas do Ministério da Saúde: dos pendurados em cordas em pés de cajueiros!

Cruz-credo!!!

Deixa o joelho doer!

TõeRoberto-10:07-post in jampa/pb

música: Urubu Malandro - Altamiro Carrilho
publicado por Antonio Medeiro às 05:13
Blog de TõeRoberto

Julho 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Comentários recentes

  • Sem palavras, silenciou e falou.Sem Palavras! Caro...
  • Caro TõeRoberto,Exceto pela parte do dedo no vidro...
  • Elimine os filtros, Primo! Não é fácil... eu que o...
  • show de bola o texto, especialmente as frases fina...
  • Olá, desculpa o meu Português não escrever bem per...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro