Vem, vamos falar de amor:
amor sem marca registrada
amor sem patente
amor sem dono,
vamos falar de amor
mas não nos entreguemos
definitivamente!

 

Vem, vamos falar de amor:
amor de noite angustiada
amor de cachorro
amor de rua
amor de línguas desesperadas,
vamos falar de amor
mas não nos entreguemos
definitivamente!

 

Vem, vamos falar de amor:
amor de abraços na esquina
amor de copo na mão
amor de alma sem chama
amor de coito na lama,
vamos falar de amor
mas não nos entreguemos
definitivamente!

 

Vem, vamos falar de amor:
amor de quem sofre a vida
amor de olhos sem brilho
amor de desejo de morte
amor de mãos vazias,
vamos falar de amor
mas não nos entreguemos
definitivamente!

 

Vem, vamos falar de amor:
amor sem endereço
amor sem desejo de vida
amor descontraído.
Vamos falar de amor:
amor de poeta
amor de prostituta.
Vem, mas não nos entreguemos
definitivamente!

.
TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00