Homens&Pássaros

pesquisar

 
Sexta-feira, 11 / 11 / 11

Conservadorismo, perigo à vista

Definitivamente, a cada ano que passa o conservadorismo está ganhando mais espaço no mundo.

 

Gente que quer manter o status quo a qualquer custo, gente que não gosta de nenhum tipo de mudança, principalmente se for no sentido libertário da palavra.

 


Conservadores são pessoas perigosas para as questões das liberdades individuais.

 


Se apegam às ideias perigosas, e acabam defendendo lideranças de ideias perigosas, e acabam colaborando com a sustentação de regimes autoritários.

 


E apoiam as exigências de padrões de comportamentos controlados.

 


O avanço das igrejas reacionárias.

 


A eleição de um papa reacionário.

 


A eleição de governos ultraconservadores - como o governo Bush.

 


O recrudescimento da censura.

 


Músicos imbecilizados.

 


Escritores engajados no perfil conservador.

 


Pessoas escolhidas a dedo para comandar clubes esportivos.

 


Valorização de atletas apontados como exemplos de 'lisura'.

 


Políticos defensores de leis repressivas.

 


A imbecilidade do politicamente correto.

 


A disciplina rígida dos quartéis.

 


Professores extremamente conservadores.

 


Comportamento 'ilibado' de seus profissionais, exigido pelas empresas.

 


O 11 de setembro impulsionou a onda conservadora.

 


Os Estados Unidos, em nome do combate ao terrorismo, apoiam leis cada vez mais restritivas contra os cidadãos comuns.

 


Logo o governo americano que é o maior grupo terrorista do planeta.

 


Mantém guerras intermináveis.

 


Conflitos sempre vivos.

 


A liberdade individual corre perigo, os avanços que ocorreram no pós-guerra estão em franca decadência.

 


A invasão da nossa individualidade está se tornando algo corriqueiro.

 


Cada vez mais o sistema nos vigia, nos cadastra, nos registra, nos leva pra dentro dele.

 


Cada vez mais vamos nos tornando personagens de George Orwell, no seu fantástico 1984.

 


Revistas em aeroportos.

 


Burocracia feroz para se entrar em outros países.

 


Discursos cada vez mais ameaçadores em torno da necessidade de se fechar, cada vez mais, o cerco em cima da sociedade como um todo.

 


Prisões que não respeitam o sistema legal.

 


Presos políticos sem o menor direito constitucional.

 


Os Estados Unidos mantêm verdadeiros campos de concentração pelo mundo afora.

 


Todos nós somos um pouquinho conservadores, mas os conservadores viscerais são uma doença que precisa ser combatida, senão o mundo acaba voltando pra Idade Média e logo vamos ter de volta a Inquisição.

 


Seja ele de esquerda, de centro ou de direita, conservadorismo é doença.

 


E é contagiosa.

 


E um dos maiores sintomas da doença é deixar a sociedade idiotizada e com a impressão que somos animais irracionais, que não podemos assumir responsabilidades sobre as nossas próprias vidas.

 


E o pior, eles parecem bonzinhos: reporte-se a cara de centenas de políticos brasileiros.

 


Mas no fundo são mauzinhos, principalmente quando o assunto choca a sua educação deturpada - conservadores são vítimas de educação deturpada, educação que passa de pai para filho num eterno deixar como está.

 


Quando alguma coisa os incomoda eles mostram os dentes e apoiam, ou fazem, ou escrevem, ou implantam leis que protegem o seu status quo.

 


E cerceiam com muito profissionalismo as liberdades individuais.

 


O mundo, se ninguém tomar uma providência, caminha, comandado por gente conservadora, gente chata, para mudanças radicais.

 


E você e eu, se estivermos vivos para vermos, vamos sentir na pele e não vamos gostar delas.

 


Porque elas vão mexer violentamente com o nosso modo de ser e existir.

 


E principalmente no nosso sagrado direito de pensarmos e agirmos da maneira que quisermos.

 


Fodam-se os conservadores!

 


Um viva às liberdades individuais!!!

 


TõeRoberto

publicado por Antonio Medeiro às 18:15
Sábado, 08 / 11 / 08

POR QUE NÃO DURMO À NOITE

Textos Escolhidos

 

Você dorme bem à noite?

O sono dos inocentes, dos justos?

Você trabalha, paga suas contas em dia, educa bem seus filhos, respeita as leis de trânsito. vai à igreja aos domingos, assiste às novelas da Globo, é um cidadão exemplar, respeitável; entende o conceito de cidadania, democracia, direitos constitucionais?

Dorme?

Que bom para você!

Eu tenho uma notícia para você: eu não durmo à noite!

Sabe por quê?

Porque sou culpado e quem tem culpa não dorme à noite.

Culpado do quê?

Ora, sou culpado de um monte de crimes e omissões contra a humanidade!

Sou culpado pelo desmatamento da Amazônia, pelo buraco na camada de ozônio, pela violência, pela poluição dos rios, pelas queimadas, pela miséria, pela proliferação das favelas, pelo analfabetismo, pela extinção generalizada de animais e plantas, pelo uso de agrotóxico, pela agiotagem dos cartões de crédito, pelo conservadorismo da igreja, pela corrupção, pela morte do Chico Mendes, pela existência do Maluf, do FHC, do Collor, do Bonhauser; pela existência do Bob's, do McDonald's, da coca-cola, da pepsi; pelos baixos salários, pela fome das crianças, pelas altas taxas de juros, pelo abuso sexual de menores, pelo volume enorme de políticos lobistas que não estão nem aí para as questões sociais do pais.

Sou culpado pela guerra do Afeganistão, pela guerra do Iraque, pela miséria e a AIDS na África, pela exploração do trabalhador na Ásia; sou culpado por criar e alimentar pessoas como a família Bush, pelo fundamentalismo religioso e econômico que, cedo ou tarde, levarão o planeta ao caos absoluto.

Sou culpado pelas tsunames, os terremotos, as secas, as enchentes; pelo crescimento das áreas desérticas, pelo derretimento das calotas polares, pelos incêndios florestais, por todos os desastres ambientais de pequenas e de grandes magnitudes.

Sou culpado e responsável por você achar que não tem nada com isto e que estou ficando louco.

Eu não estou louco.

Sou extremamente omisso em relação a todos os eventos de relevância que movimentam o planeta e isto me incomoda, não me deixa dormir.

Você não é omisso?

Qual foi a última fez que você se perguntou: "fora da minha vidinha de caracol, ensimesmado no meu mundinho pequeno e egoísta, o que faço para melhorar a vida das pessoas, no planeta?"

Bela pergunta, não é?

Dorme tranqüilo esta noite: eu quero ver!...
.
(Fonte: Texto - Autoria de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB

música: O tempo Não Pára - Cazuza
publicado por Antonio Medeiro às 06:10
Blog de TõeRoberto

Julho 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Comentários recentes

  • Sem palavras, silenciou e falou.Sem Palavras! Caro...
  • Caro TõeRoberto,Exceto pela parte do dedo no vidro...
  • Elimine os filtros, Primo! Não é fácil... eu que o...
  • show de bola o texto, especialmente as frases fina...
  • Olá, desculpa o meu Português não escrever bem per...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro