Homens&Pássaros

pesquisar

 
Quarta-feira, 02 / 12 / 09

Profissões

Eu acho que, hoje, é muito difícil um jovem escolher a sua profissão - tantas são as escolhas.

Observo pelos meus filhos mais novos: escolheram as suas carreiras, estão na universidade, mas não sinto firmeza nas suas convicções.

Extremamente difícil é definir o que se vai fazer pela vida afora, para sobreviver.

Escolher uma profissão que se gosta, mas o mercado de trabalho é ruim?

Ou escolher uma profissão que não se gosta, mas o mercado de trabalho é bom?

Ficam entre a cruz e a espada!

O ser humano é inseguro, volúvel e diante de fatos/acontecimentos muda constantemente de posição.

Convivo com muitos adolescentes e observo que a insegurança é geral.

Não é fácil você descobrir o que realmente o fará feliz e o proverá financeiramente na vida.

E, ainda por cima - salários mesmo das profissões antigamente mais rentáveis - tipo engenharia, medicina, hoje em dia estão em baixa.

Poucos são profissionais que se dão "muito bem" no que se refere a dinheiro.

Pouquíssimos os que se dão "muitíssimo bem".

O mercado vem criando um exército de pessoas com nível superior que acabam trabalhando, por falta de opção, naqueles empregos que antes eram reservados aos profissionais com baixo nível de escolaridade.

Salários risíveis, vantagens profissionais em queda, estabilidade zero, carreiras inexistentes - é o que o mercado oferece.

Dizem, de maneira muito convincente, que isto se chama liberalismo, flexibilização, competitividade, globalização - mas acho que se trata apenas de esperteza; mais um dos truques do sistema capitalista, para apertar o cerco e aumentar os seus lucros, de margem já estratosférica, em escala mundial.

A universidade, hoje, não é mais uma certeza de emprego e de bons salários.

Num país de desempregados, o diploma, às vezes, não passa de um rótulo sem importância nenhuma para o profissional na fila do seguro desemprego.

Por isto, eu acho que seria bom o jovem, além da universidade, pensar numa profissão prática - tipo, por exemplo, marcenaria, eletricista, lutier, azulejista, pintor, etc.

Com qualquer profissão prática, garante-se a sobrevivência em tempos de crise... e desemprego.

E se mantém o princípio de dignidade e cidadania.

.
TõeRoberto

publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Quinta-feira, 15 / 10 / 09

O Planetinha Azul

Era uma vez um Planetinha Azul que era o maior barato.

Tinha de tudo um muito: sol, chuva, frio, flores, plantas, pássaros, animais, rios, mares, lagoas, cachoeiras, peixes, camarões, lulas, polvos, lagostas, mariscos...

Muito ar puro.

Boa música, poesias, romances, contos, pinturas, esculturas, fotografias, filmes...

Um pouco de ingenuidade, inocência, esperança...

Alguns homens, pode-se dizer, Grandes.

Era um encanto de Planetinha Azul.

Aí algum doido inventou o capitalismo e logo em seguida o Bush que, apoiado por todos os seus amigos nazistas, começou o desmanche do Planetinha Azul.

Existe um filme, acho que a Profecia, em que menino que era o personagem principal: O Diabo, Capeta, Demônio, Satanás, Satã, Lúcifer, Anjo Rebelde, Belzebu, Bruxo do Inferno, Dragão, Espírito das Trevas, Espírito Maligno, Gênio das Trevas, Gênio do Mal, Pai da Mentira, Pai do Mal, Príncipe das Trevas, Príncipe do Ar, Príncipe dos Demônios, Serpente Infernal, Serpente Maldita, estava sendo preparado para ser o futuro presidente dos Estados Unidos.

Os caras sabem das coisas: o menino era o Bush! Depois dele, lá pelos anos 2010 - século XXI - tudo no Planetinha Azul começou a ficar muito ruim - com a sua cara - ele tinha uma cara ruim - ele tinha uma cara cinza, uma expressão vazia, uns olhos de peixe morto - mórbidos - um jeito de Anticristo - o Anticristo da Profecia.

A natureza ficou feia, o ar irrespirável, acabaram as plantas, os pássaros, os animais, os rios e os seres do mar.

A música, as artes em geral ficaram feias - tudo com a sua cara!

Nunca mais apareceram Grandes Homens, porque o mundo ficou cheio dos seus seguidores - sempre pequenos homens com suas caras feias.

A ingenuidade, a inocência e a esperança sumiram do Planetinha Azul.

Hoje estamos aqui neste planeta cinza, vazio, nos matando por um pouco de ar e de água.

E estamos cada dia mais feios!

Era uma vez um Planetinha Azul que era uma belezinha; era a nossa casinha branca, de janelinhas e portinhas azuis, cerquinha branca, com um jardinzinho na frente e um cachorrinho serelepe a receber as visitas!

Era uma vez um Planetinha Azul!...

Aí veio o Obama!

Era uma vez!....

.
TõeRoberto

publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Domingo, 04 / 01 / 09

POESIA MECÂNICA

Poemas Escolhidos

 

Grumpt!
Vrumpt!
Trumpt!
Prumpt!

Faz a máquina
ante os olhos
sem brilhirismo
do homem!

.
TõeRoberto-10:14:post in jampa/pb

música: A White Shade Of Peale - Pholhas
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Domingo, 07 / 12 / 08

O PLANO

Poemas Escolhidos

 

Conto com você
para o meu plano:

 

eu aro a terra
você vai plantando

 

eu corto o mato
você vai limpando

 

eu busco água
você vai regando

 

eu colho a fruta
você vai transportando

 

eu abro o saco
você vai colocando

 

eu trago a carroça
você vai baldeando

 

eu ponho na balança
você vai retirando

 

eu faço as contas
você fica esperando

 

eu pego o dinheiro
você fica olhando

 

eu sento pra comer
você fica pensando

 

eu olho pra você
lhe dou uma banana.

 

Conto com você
para o meu plano:

 

enquanto eu vou vivendo
você vai macaqueando.

.
TõeRoberto:09:18-post in jampa/pb

música: Disparada - Geraldo Azevedo&Elba Ramalho
publicado por Antonio Medeiro às 04:58
Blog de TõeRoberto

Adamo&Isabelle

Julho 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Comentários recentes

  • Sem palavras, silenciou e falou.Sem Palavras! Caro...
  • Caro TõeRoberto,Exceto pela parte do dedo no vidro...
  • Elimine os filtros, Primo! Não é fácil... eu que o...
  • show de bola o texto, especialmente as frases fina...
  • Olá, desculpa o meu Português não escrever bem per...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro