Homens&Pássaros

pesquisar

 
Terça-feira, 27 / 10 / 09

Tob 2

Era uma vez um cachorrinho chamado Tob.

Baixinho, arreliento, chato, estridente, pegajoso, ciumento, companheiro, bonitinho, malabarista, vigilante, amigo, dono da casa... o amor da minha vida.

Conheceu terras e pessoas a quem encantava e, às vezes, irritava da boca pra fora.

Santos, Eunápolis, Praia de Pipa, Ilhéus, João Pessoa...

60 filhos, 300 netos, 1500 bisnetos, 4500...

Esse era o Tob.

Meu companheirinho de caminhar e conversar na Praia.

Meu companheirinho que brigava comigo pelo travesseiro da cama

Muita gente não entende a minha dor, e daí?; não tenho vergonha, eu sinto.

A minha dor transcende ao entendimento de pessoas insensíveis.

Estou sofrendo muito por este cachorrinho.

Que um dia dormiu... dormiu profundamente.

E eu senti... senti profundamente.

E a dor...

Era uma vez um cachorrinho chamado Tob.

Era uma vez o meu amiguinho Tob.

Era uma vez...

.
TõeRoberto

publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Segunda-feira, 02 / 03 / 09

ERRO

Textos Escolhidos

 

Hoje, observando o mundo, cheguei à mesma conclusão de Tob, meu Poodle.

Tá tudo errado!

Se o mundo fosse um texto a grafia seria assim: çebola, caraio, açaççino, buxi, paçarinho, aza, brazil, etissetera.

Tá tudo errado: do dormir ao acordar.

Concorde comigo:

Nasci bonito, mas pobre.

Sou um gênio, ninguém sabe.

Nasci predestinado, o destino não ficou sabendo.

Falo todas as línguas do mundo, não consigo me comunicar.

Canto a Aida, ouvem Eu Não Sou Cachorro Não.

Escrevo poemas, leem notícias.

Saio com a Sharon Stone, me veem com a Marta.

Bom de bola, não saí da várzea.

Tenho olhos verdes, enxergam cor-de-burro-fugido.

Tenho 1,90, concordam com 1,40.

Sou alegre, dizem triste.

Boa pessoa, cínico.

Cara legal, hipócrita.

Amigo, filho-da-puta.

Deus, o anjo caído.

Sou gente boa, juro!

E quer saber?

Vim para ser dono do mundo, mas o viado do Bush chegou primeiro.

Mas tudo bem, já me organizei: semana que vem faturo os 50 milhões na mega-sena e todos os erros do mundo serão corrigidos.

Justiça será feita!

Eu e o diabo dançaremos um tango argentino à luz da lua.

O 'tango argentino' foi só porque eu não tinha o que falar.

Mil perdões!!!

Segunda-feira meus olhos estarão verdes!
.
TõeRoberto-post in férias por aí/br

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Sexta-feira, 26 / 12 / 08

A BUSCA

Poemas Escolhidos

 

Para Marco Antônio Pietragalla

 

Busquei em vão
a explicação do ato.

 

Julguei-me vivo
por questão de medo.

 

Amei a morte
por mero disfarce.

 

Pulsei as veias
pra matar suspeitas.

 

Brilhei os olhos
pra fingir-me claro.

 

Movi os lábios
pra fazer-me lindo.

 

Amei o intacto
pra fugir da briga.

 

Forjei o enredo
do malabarista.

 

Subi na corda
fui um mau artista.

.
TõeRoberto-10:06-post in jampa;pb

música: Every Day Of My Life - Bobby Vinton
publicado por Antonio Medeiro às 04:42
Segunda-feira, 10 / 11 / 08

O MEU AMIGO WALDIR

Textos Escolhidos

 

Mais de 21 anos se foram desde a ida, ainda muito moço, do meu amigo Waldir.

Galego, bonachão, grande gozador... grande amigo!

Sempre com o seus sapatos pretos e as suas calças de tergal; não usava tênis, nem calças jeans, nem bermudas.

"Você é maior por dentro do que por fora" - dizia ao tomarmos cerveja juntos, o que fazíamos com muita freqüência.

Por incrível que pareça, não comia arroz.

Alérgico à cebola, vivia sempre esperto com nossas brincadeiras: quando fazíamos nossas farras colocávamos, de vez um quando, um pedacinho dela na comida pra ver o que acontecia.

"Vocês são fodas" - no outro dia de manhã, andando com as pernas abertas.

A cebola assava suas virilhas.

Foram muitas histórias, muitas brigas, muitas risadas e muita aprendizagem, juntos.

Seu maior desejo: quando morresse queria acompanhar o seu próprio enterro.

Queria que, ao contrário do que sempre foi, as pessoas fossem na frente e ele fosse atrás, observando, segundo ele, quem o estava acompanhando.

Quando morreu - eu não estava lá - seu desejo foi respeitado e realizado: para espanto geral dos seus amigos, ele acompanhou o seu próprio enterro.

Grandes figuras sempre saem de cena em grande estilo.

Foi o caso do meu amigo Waldir.
.
(Fonte: Texto de TõeRoberto)
Post in Jampa/PB

música: A whiter Shade Of Pale - André Rieu
publicado por Antonio Medeiro às 05:12
Blog de TõeRoberto

Adamo&Isabelle

Julho 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Comentários recentes

  • Sem palavras, silenciou e falou.Sem Palavras! Caro...
  • Caro TõeRoberto,Exceto pela parte do dedo no vidro...
  • Elimine os filtros, Primo! Não é fácil... eu que o...
  • show de bola o texto, especialmente as frases fina...
  • Olá, desculpa o meu Português não escrever bem per...

Subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro