Homens&Pássaros

pesquisar

 
Quarta-feira, 29 / 07 / 09

O FRANGO DO CHÃO

À Agropecuária Serrinha Quadrada Ltda
Pb 230 - Km 3
Molhados de Mangabeira - Pb

Prezados senhores:

Sou consumidor, há algum tempo, do seu produto o Frango do Chão.

Lamentavelmente devo informá-los que, a partir desta data, não mais consumirei o seu produto pelos motivos que se seguem:

1º) - Descobri que o seu Frango do Chão é uma criatura sem coração, uma ave desalmada e como sou supersticioso, acho que ter uma relação tão próxima com um ser sem alma pode me trazer algum mal.

2º) - Alguma coisa me leva a crer que a ração com a qual os Srs. alimentam suas aves tem alguma coisa errada, porque:

A) - No manual do frango, que está impresso na embalagem está escrito: "Com fígado, moela, pescoço e pés".

B) - Mas quase sempre quando abro a embalagem percebo que o seu Frango do Chão é uma ave portadora de deficiência física, pois raro não é a coitada da criatura vir ora com um só pé, ora sem nenhum, outra vez sem a moela, sem o pescoço ou, muitas vezes, com 02 fígados ou sem nenhum.

Acredito que, ou é a ração- como já disse - ou é algum problema congênito que atinge todas as suas galinhas.

Certo que os senhores, empresários politicamente corretos que são, tudo farão para sanar a deficiência física das coitadas das suas aves, desde já agradeço a atenção.

Atenciosamente,

O Fã incondicional do Frango do Chão:
TõeRoberto

.

TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Domingo, 26 / 07 / 09

MURILAMOR

Amor:
flor-de-vidro rubiniana
telecomorfoseada
cosmicamente exigente
como gorda Bárbara.

 

Amor:
(ex) mágico
de tabernas minhotas
(antigas)
minhocas no céu do Japão
dragão
(trans) formado
pelo asfalto.

 

Amor:
antilírico Zacarias
pirotecnicamente
(trans) formado
(trans) forma-se
no peito mecânico
(in) findável
como a infinita obra
de João Gaspar.

.

TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Quinta-feira, 23 / 07 / 09

ERA UMA VEZ...

Era uma vez um Presidente da República que nasceu, virou menino, pescou, nadou, jogou bola e bebeu cachaça com os meninos que, como ele, não tinham futuro na vida.

Comeu o pão que o diabo amassou com o rabo: passou fome, doença, sede, frio e não aprendeu o beabá.

Foi empregado, desempregado e entrou em tudo quanto é estatística ruim publicada nos jornais.

Virou operário, engordou, deixou crescer a barba, perdeu o dedo, criou cabeça, subiu palanque, organizou greves fantásticas, protestos, passeatas e sempre botou o seu na reta para ajudar aos pobres.

Fez tanto sucesso que foi ficando importante... importante... importante e sua importância viajou para o exterior.

A importância ficou tão importante que ele passou a sonhar em ser dono do Planalto Central.

Aí foi deixando de lado a sua humildade, os amigos de antigamente e começou a andar com más companhias.... muitas más companhias mesmo.

Aí para conseguir o que queria foi percebendo que quanto maior a má companhia mais chance ele teria de ser dono do Planalto Central.

Então... vendeu sua alma ao diabo!

E assim foi. Se tornou dono do Planalto Central - por duas vezes.

E hoje está lá. Usa ternos que não sabe dizer o nome, ele que sempre andou de camiseta e boné. Bebe sua cachacinha escondido. Bota botox de vez em quando. Viaja pelo mundo inteiro. A esposa ficou muito mais jovem, mais bonita com os tratamentos que recebeu no Planalto Central. Os filhos estão bem. O cachorro também.

Aprendeu a falar muita merda com as más companhias. Tudo que ele criticava nas más companhias hoje ele fala, faz e assina embaixo.

Demagogia é o seu prato preferido: come no café da manhã, no almoço e no jantar... e oferece aos amigos.

Quando se olha no espelho já não enxerga mais o operário, o homem do povo: enxerga o dono do Planalto Central, um sujeito fodão que não aprendeu o beabá e chegou lá.

Se vê como um exemplo vivo de que a gente não precisa estudar pra ter sucesso na vida.

Era uma vez um Presidente da República grevista, operário, pobre que não quer mais saber de greve, operário... pobre!

Era uma vez...

.

TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Segunda-feira, 20 / 07 / 09

A LEI

O suor do rosto não se conteve
e teve
superprodução de café
arroz
algodão.

 

Nos campos da terra
o homem anseia
o (p)arar.

 

Mas João!
Há uma lei:
arar arar arar
(p)arar?
Como João?

.

TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Sexta-feira, 17 / 07 / 09

NEGÓCIOS&OPORTUNIDADES

Troca-se Empregado Obsoleto:

Especificações técnicas:

Idade: 60 anos.

Tempo de uso: 28 anos na empresa + 06 fora + 10 sem registro.

Estado: 1/2 saúde.

Jornada: Das 08 às 20 horas.

Salário: R$ 1.600,00.

Atividade: Especialista - o sabe tudo de quase nada.

Cor: Morena.

Altura: 1,60 ms.

Vícios: Cigarro/Cerveja.

Personalidade: Reivindicatório/Politizado/Sindicalizado.

Por Empregado Globalizado:

Especificações técnicas:

Idade: 24 anos.

Tempo de uso: 03 anos.

Estado: Saúde 100%.

Jornada: Das 07 às...

Salário: R$ 800,00.

Atividade: Generalista - o sabe nada de quase tudo.

Cor: Branca.

Altura: 1,80 ms.

Vícios: Academia e Suco De Laranja Com Cenoura.

Personalidade: Carreirista/Dócil/Maria-Vai-Com-As-Outras.

Contatar BR&BUSH - Telefone 0800.061.2009, no horário comercial (07 às...) 

PS: Na versão Empregado Globalizado não trabalhamos com finais de semana, férias de 30 dias, pagamento de horas extras, aposentadoria por tempo de serviço e nem licença-saúde.

.

TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Terça-feira, 14 / 07 / 09

POEMA DE UM DIA CHUVOSO

Cai meu sangue nas terras do Ceará.


O que será que põe meu coração chorando
orando:
Oh, meu Ceará! Oh, meu Ceará!
O que é que há?
Eu que nunca andei lá!

 

Quantos homens, meu Deus!
Quantos homens
descalços no comercinho do riozinho
que o sol incandescente seca
sapeca
disseca
covardemente honesto
porque um deus assim quis.

 

Também pudera, meu Deus!
Se não fosse isso
que haveria de mais humano
mais desumano
pra se falar do Ceará?

.

TõeRoberto-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Sábado, 11 / 07 / 09

ERREI!

Nas minhas considerações de anteontem, no parágrafo onde se lê:

O diabo existe!: desfila sua figura transvestida de fêmea - ruiva, morena, loira, branca, negra - na passarela dos nossos olhos.

Leia-se: o diabo existe!: desfila sua figura transvestida de fêmea - ruiva, morena, loira, branca, negra e MULATA - na passarela dos nossos olhos.

Esqueci a mulata, a nossa mistura mais gostosa!

O orgulho nacional!, o nosso pecado original!

Na sua figura o diabo se locupleta, o diabo gosta!

O diabo se diverte!

O diabo nos tenta!

Por ela brigamos, perdemos noites de sono.

Para ela nasceu o carnaval, as passarelas, a escola de samba.

Na sua presença o mundo se curva, as ilusões se renovam.

Por ela bebemos, dançamos, suspiramos... por elas sonhamos!

Sonhamos ser pais, maridos dedicados, amantes em brasa!

Sonhamos ser reis, artistas famosos, o dono da Microsoft!

Por ela rastejamos, somos ridículos... baba-ovos!

Às vezes cantamos, dançamos, fazemos poesias, fazemos loucuras... somos palhaços!

Por ela pecamos!

Por ela babamos!

Até nos matamos!

E por que não, até escrevemos crônicas!

E vibramos!

Pronto, cometi um erro e só queria corrigir uma injustiça.

E tô indo pra praia!

Haja coração!
.
TõeRoberto-02:248-post in jampa/pb

música: Variada
publicado por Antonio Medeiro às 05:00
Blog de TõeRoberto

Adamo&Isabelle

Julho 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
18
19
21
22
24
25
27
28
30
31

Comentários recentes

  • Sem palavras, silenciou e falou.Sem Palavras! Caro...
  • Caro TõeRoberto,Exceto pela parte do dedo no vidro...
  • Elimine os filtros, Primo! Não é fácil... eu que o...
  • show de bola o texto, especialmente as frases fina...
  • Olá, desculpa o meu Português não escrever bem per...

mais comentados

Subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro