Com certeza você tem mãe!

Eu também tenho mãe!

Mas conheço gente que não tem mãe.

Não porque morreu, mas porque não foi parido, foi cagado.

Gente que foi cagada não tem mãe.

Os cagados estão por todos os lados.

Normalmente é gente com grande desvio de personalidade.

Não são pessoas comuns.

Não andam pelas ruas como os paridos.

Geralmente são pessoas que têm grande poder de decisão sobre os outros ou pessoas que morrem de vontade de ter grande poder de decisão sobre os outros.

Estão no topo do mundo ou estão lambendo as botas dos que estão no topo do mundo.

Os cagados são os patrocinadores, os promotores das guerras, da fome, do atraso político e social dos países; manipulam os bens em benefício próprio e, muitas vezes, dirigem os destinos de milhões de pessoas como se fossem de sua propriedade. Ou morrem de vontade de fazer isto e vivem de pequenas malvadezas na base ou no meio da pirâmide social.

Os cagados nada entendem das questões humanitárias.

São egocêntricos, personalistas, messiânicos e tendem a ser supernarcisistas - estão sempre com a cara pregada na parede da mídia.

Os cagados só amam a si mesmo!

Têm o nariz bem grande e o metem frequentemente na vidinha comum dos paridos.

Um dos personagens mais famosos dos cagados foi - e ainda é G.W.B., acompanhado de um monte de cagadinhos que viviam lambendo as suas botas e não tiravam o seu saco das mãos.

Nós, os paridos, ainda somos pessoas que leem poemas, amamos os pores-do-sol, os luares, tomamos cervejas nos botecos das esquinas, jogamos bola no campinho da rua de cima, nadamos em ribeirão, namoramos no portão, temos amigos e somos completamente contras as guerras, os armamentos, o excesso de trabalho, o desemprego, a poluição, a destruição do meio ambiente, a miséria, o preconceito, a destruição da cultura e dos direitos dos povos.

Os paridos estão sempre batendo de frente com os cagados.

Pouco adianta.

Os cagados são o que o mundo é.

Preenchem com perfeita exatidão o lado negro da vida.

E não têm mãe!

São os donos do dinheiro do mundo e, no momento, estão brincando de bolsa de valores e de subir e descer o dólar, suas diversões favoritas.

Enquanto isso os cagadinhos fazem leis, têm orgasmos, e vivem falando merda na televisão.

.
TõeRoberto-05:098

publicado por Antonio Medeiro às 05:00