Doa-se um pouco de otimismo - que não faz mal a ninguém - a quem se interessar.

Um otimismo puro, sincero e verdadeiro.

Um otimismo de um homem de 55 anos que necessita, com urgência, doar um pouco do seu recente otimismo - a quem de um pouco de otimismo precisar.

Alguém neste país precisa levantar a bandeira do otimismo.

Chega de tanto pessimismo!

Acreditar que se pode entrar num avião e chegar ao seu destino sem morrer.

Acreditar que o Palmeiras ainda vai ser campeão brasileiro - e que o Corinthians vai cair para a série C.

Acreditar que estas merdas de governos - um após o outro - que nos governam desde quando eu era criança - um dia vão criar vergonha na cara.

Acreditar que estamos predestinados a ser o maior país do mundo e que a Amazônia é dos grandes empresários nacionais e internacionais - porque nossa nunca foi... nem será.

Acreditar que a igreja, de vez em quando, dá uma dentro - o resto dá todas fora - e que a mídia não é a senhora absoluta dos destinos do Brasil.

Acreditar que somos uma democracia - mesmo que seja de pé quebrado - e acreditar que somos uma nação soberana.

Acreditar que você ainda vai comer a Juliana Paes e que vai ganhar na mega-sena... sozinho!

Acreditar que a Fiesp é progressista e que o Mst é a solução para os problemas da terra no Brasil.

Acreditar que o brasileiro é o melhor povo do mundo - e que não somos preconceituosos nem racistas.

Acreditar que, apesar de tudo, deve existir algum político honesto - e que Deus, com certeza, é Brasileiro.

Acreditar!... Acreditar!... Acreditar!

É preciso acreditar em alguma coisa...

No Lula...

No Renan...

No Pedro Bial...

No Jornal Nacional...

É preciso acreditar...

Em algum líder...

Em algum herói...

Em algum ser superior...

Em você mesmo...

55 anos de pessimismo! É um peso muito grande pra se levar pra cova!

A partir de hoje, Otimismo é o meu nome!

Faça como eu: acredite!

Com certeza, Jesus Cristo vai voltar para salvar o Brasil!

Amém!!!...

.
TõeRoberto

publicado por Antonio Medeiro às 05:00